Notícias

Casan abre licitação para perfuração de poços para conter a seca no Oeste de SC

Publicado em 11/05/2021 às 09:51:32

Captação de água irá abastecer os municípios de Chapecó, Formosa do Sul, Anchieta e Iporã do Oeste

 

documentos

Imagem Ilustrativa

 

A situação da seca na região Oeste catarinense se agrava diariamente. A Defesa Civil de Santa Catarina segue com o monitoramento referente aos impactos da falta de chuva. Para ajudar no abastecimento de água nas cidades da região, a Casan (Companhia Catarinense de Águas e Saneamento) está com processo de licitação em aberto para perfuração de poços artesianos.

A abertura das propostas acontece no dia 2 de junho, às 9h, e tem como objetivo contratar uma empresa para perfuração de poços para captar água subterrânea. A captação irá abastecer os municípios de Chapecó, Formosa do Sul, Anchieta e Iporã do Oeste.

Em Chapecó, os poços deverão ser perfurados nos bairros Engenho Braun, Esplanada e Bom Pastor.

Reforço no abastecimento

Segundo a Casan, o poço do Engenho Braun reforçará o abastecimento de toda a região da grande Efapi. Os outros dois poços de Chapecó complementarão, principalmente, o abastecimento para os moradores dos próprios bairros onde serão perfurados, podendo contribuir ainda com o abastecimento dos bairros São Pedro, Boa Vista, Universitário e Seminário.

“Os locais que escolhemos para perfuração dos poços são bons. Sabemos que tem água nesses locais, porém, só depois da abertura desses poços é que saberemos a vazão de água para abastecer os bairros”, explica o chefe da Casan de Chapecó, Bruno Eleotero.


LEIA TAMBÉM: RESERVATÓRIOS DE UBERABA/MG SÃO MAPEADOS PARA EVITAR DESABASTECIMENTO DE ÁGUA NA SECA


Poços em Anchieta, Formosa do Sul e Iporã do Oeste

De acordo com a Casan, em Anchieta e Formosa do Sul, os poços serão perfurados junto às ERAB (Estações de Recalque de Água Bruta) desses dois municípios. Em Iporã do Oeste, a perfuração está prevista para ocorrer junto à ETA (Estação de Tratamento de Água).

Nesses três municípios, os poços deverão complementar o SAA (Sistema de Abastecimento de Água).

Somente no mês de abril deste ano, a chuva foi escassa, não chegando aos 50 mm no Oeste. Foi cerca de 30 dias sem chuva e até a última quarta-feira (5), 15 municípios haviam encaminhado decretos de situação de emergência, conforme a Defesa Civil. A Prefeitura de Chapecó emitiu o documento na última segunda-feira (10).

Fonte: ND+.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: NOVA PORTARIA GM/MS N° 888/21 SOBRE OS PROCEDIMENTOS DE CONTROLE E VIGILÂNCIA DA ÁGUA PARA CONSUMO HUMANO

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ‘PAI DAS ÁGUAS DO BRASIL’, 43,8% DO CERRADO HOJE É UTILIZADO PARA AGROPECUÁRIA, DIZ MAPBIOMAS


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *