BIBLIOTECA

Tratamento de efluente modelo têxtil através de método convencional coagulação/floculação

Resumo

Este trabalho foi realizado para estudar a remoção e mineralização do efluente industrial modelo têxtil contendo o corante verde brilhante (indantren), através do tratamento de coagulação/floculação, o qual proporcionou a determinação dos parâmetros de tratabilidade, como o pH, a dosagem do coagulante e do floculante. As condições que apresentaram a melhor taxa de remoção ocorreu para a amostra com o pH ajustado para 6,0, concentração do coagulante [Al2(SO4)3] = 1 mg L-1 e do floculante [Engeclean, CA 34] = 76 mg L-1

Introdução

O verde brilhante (indanthren) é um corante orgânico que pertence à família trifenilmetano (CALVETE et al., 2010). Sua fórmula molecular é expressa por C27H34N2O4S e seu peso molecular é de 482,635 g mol-1 (https://www.chemspider.com). O corante verde brilhante é utilizado no processo de tingimento na indústria têxtil. Esta é responsável pela geração de grandes volumes de efluente contaminado com o corante, devido a esse processo e aos de desengomagem, lavagem e branqueamento. Caso este efluente venha a ser descartado de forma irregular, podem trazer sérios problemas, pois altera o aspecto estético do corpo de água receptor e consequentemente atrapalha a passagem da luz, que prejudica a realização da atividade fotossintética dos organismos aquáticos, e consequentemente afeta o equilíbrio ecológico aquático (MONTANARO E PETRUCCI, 2009; RIERA-TORRES et al., 2010; KUMAR e BARAKAT, 2013)

Além disso, quando em contato com seres humanos, esse efluente pode provocar vários efeitos, como irritação do trato gastrointestinal e do trato respiratório, náuseas, vômitos e diarreia. Deste modo, o efluente têxtil contendo o corante verde brilhante deve ser tratado antes do lançamento no meio ambiente (KUMAR e BARAKAT, 2013; SHIRSATH, 2013).

Devido ao intenso impacto ao meio ambiente causado pelos efluentes têxteis, estes antes de serem descartados ou reutilizados podem ser tratados utilizando vários métodos, como coagulação-floculação (RIERA-TORRES et al., 2010).

A coagulação/floculação (CF) é um tratamento físico-químico, e consiste na remoção de partículas que podem conferir cor a uma determinada amostra ambiental, pode ocasionar o aumento da turbidez, e/ou reter organismos bacterianos e virais. Este tratamento permite que sólidos em suspensão e partículas dispersas, como os coloides possam ser desestabilizados, e por consequência ocorra a sedimentação dos mesmos, devido aos produtos químicos utilizados e à agitação. Na coagulação ocorre a desestabilização das partículas para possibilitar aproximação entre elas. Já a floculação é a aglomeração dessas partículas já desestabilizadas em partículas maiores, denominadas flocos, que possam sedimentar. (RIERA-TORRES et al., 2010, SIMATE et al., 2012). Por isso, o presente trabalho intenciona o estudo do tratamento do efluente industrial modelo têxtil contendo o corante verde brilhante (indantren), utilizando a coagulação/floculação (CF), para determinar os parâmetros de tratabilidade, como o pH, a dosagem do coagulante e do floculante.

Autores: Gláucia Nicolau dos Santos;  Nádia Hortense Torres e Eliane Bezerra Cavalcanti.

leia-integra