BIBLIOTECA

Tratamento de lixiviado de aterro de curtume através do processo de AIR STRIPPING

Esta pesquisa propõe a remoção da amônia presente no lixiviado por meio do processo físico-químico air stripping, que promove a transferência da amônia da fase líquida para gasosa. Para que não se contribua com a poluição atmosférica, o efluente gasoso do air stripping deve ser tratado em solução de ácido sulfúrico ou água. A neutralização da amônia com solução de ácido sulfúrico gera o sulfato de amônio. Esse subproduto pode ser usado como fertilizante. Com vistas à identificação das condições ótimas de operação do sistema, os testes iniciais foram realizados com solução sintética de 1000 ppm de hidróxido de amônio. Nesta pesquisa, para remoção da amônia do lixiviado (cerca de 27000,00 mg/L NH3), utilizou-se uma torre de acrílico, com 70 cm de altura e 5 cm de diâmetro, recheada com anéis do tipo Raschig de polietileno corrugados, com diâmetro de 2,5 cm e 2 cm de comprimento. A vazão de ar utilizada foi 10 NL min-1 e as vazões de lixiviado foram 30 mL min-1, 175 mL min-1 e 350 mL min-1, sendo que fluxos de líquido e ar eram em contracorrente. Para o recolhimento da amônia foram usados três erlenmeyers de 500 mL, preenchidos com 500 mL de solução de ácido sulfúrico 0,4 mol L-1. Os resultados obtidos nos testes preliminares com solução sintética variaram de 75 a 88% de eficiência de remoção. A eficiência obtida com lixiviado ficou em 43% com tempo de ciclo de 24 horas.

Leia o artigo completo: Tratamento de lixiviado de aterro de curtume através do processo de AIR STRIPPING