BIBLIOTECA

Tratamento de efluente de refinaria de óleo de soja por sistema de flotação por ar dissolvido

Propôs-se, neste trabalho, avaliar o desempenho de coagulantes combinados a três tipos de polieletrólitos (aniônico, catiônico e não iônico), através de Flotação por Ar Dissolvido (FAD), no tratamento de efluentes de refinaria de óleo de soja. O experimento, conduzido em escala de laboratório, ensejou não apenas encontrar, pelos diagramas de coagulação, a melhor faixa de pH e a melhor concentração de coagulante mas, também, as dosagens e os tipos de floculante, culminando em sua dosagem ótima. Para tanto, parâmetros, como tempo e gradiente de mistura rápida (1 min / 150 s-1), tempo e gradiente de mistura lenta (10 min / 40 s-1 – 5 min / 20 s-1), pressão na câmara de saturação (450 kPa) e velocidade ascensional (1,67 cm min-1) foram usados para a fase da flotação nos ensaios. Após o término dos ensaios, amostras do efluente tratado foram utilizadas para comparativo com o efluente bruto, obtendo-se um grau de remoção de demanda química de oxigênio (DQO) de 93,7 e 95,1% e de óleos e graxas (O&G) de 94,2 e 99,8% para os ensaios 1 e 2, respectivamente. Apesar de sua excelente eficiência de remoção, o efluente tratado não apresentou características de reúso em torres de resfriamento, haja vista que sua DQO ficou muito acima de 75 mg L-1 O2

Palavras-chave: coagulação, floculação, FAD, polieletrólito

Leia o artigo completo: Tratamento de efluente de refinaria de óleo de soja por sistema de flotação por ar dissolvido