BIBLIOTECA

Reuso de água no processo de tingimento da indústria têxtil

Resumo

A escassez dos recursos naturais tem levado a leis ambientais cada vez mais rígidas, e os custos envolvidos com o uso destes recursos vem se tornando mais crescentes no setor industrial, levando as indústrias a buscar alternativas que minimizem estes custos procurando desta forma reduzir os impactos ambientais. As indústrias têxteis apresentam uma elevada relação de volume de água consumido por volume de material têxtil processado, conseqüentemente a geração de efluentes líquidos e a carga poluente são elevadas. Contudo, tem-se buscado alternativas para um menor consumo de água e técnicas de reuso e reciclagem em seus processos de forma a não comprometer a qualidade do produto. O objetivo deste trabalho é demonstrar a viabilidade de reuso direto das correntes líquidas de efluentes têxteis, oriundas do processo de tingimento e enxágue de tecidos com composição de 100% algodão tingidos com corantes reativos, determinando limites de tolerância para aprovação da tonalidade do substrato tinto como variação da tonalidade (DE), intensidade da cor e teste de solidez final do substrato têxtil. Foram analisados nos banhos parâmetros de pH, condutividade, absorbância e sólidos totais. Todos os tingimentos e as análises foram feitos em escala laboratorial em uma empresa têxtil de grande porte de Santa Catarina. Foram realizados tingimentos em três padrões de cores diferentes, como cor clara com até 0,5% de corante, cor média com até 1,5 % de corante e cor escura com mais de 1,5% de corante sobre o peso do material têxtil. Alguns limites de tolerâncias para o reuso direto do efluente e algumas alternativas para o reuso indireto destas correntes foram estabelecidos.

Introdução

Com a globalização do mercado muitas empresas procuraram se modernizar objetivando tornarem-se mais competitivas. Com o aumento industrial os recursos naturais apresentam-se mais escassos, levando a leis ambientais mais rígidas, tornando de extrema importância o aspecto ecológico para os países industrializados desenvolvidos e uma necessidade a curto e médio prazo para aqueles que se encontram em vias de desenvolvimento.

Os maiores setores consumidores de água doce disponível são a agricultura e as indústrias, sendo o setor têxtil responsável por quinze porcento da água consumida pelas indústrias.

O complexo industrial têxtil do Estado de Santa Catarina encontra-se concentrado no Vale do Rio Itajaí, basicamente na Bacia do Rio Itajaí-Açú onde se encontram setenta e cinco indústrias, sendo trinta e seis têxteis, o que gera grande preocupação regional em resolver os problemas de poluição ambiental decorrentes desta atividade industrial.

A indústria têxtil apresenta níveis elevados de consumo de água por quilo de malha processada, podendo variar dependendo do tipo de equipamento, processo ou fibra utilizada.

Devido a maior cobrança na utilização racional dos recursos naturais por parte dos órgãos ambientais, as indústrias têxteis tem buscado modernizar seus equipamentos e buscar produtos e processos ecologicamente corretos, visando uma menor utilização desses recursos.

A água na indústria têxtil já está sendo avaliada como um componente a mais nas planilhas de custos das empresas e não somente como um veículo no processo de tingimento de custo irrisório; observa-se que as indústrias vem buscando e investindo cada vez mais em maneiras de se reutilizar os banhos de descarte diretamente ou indiretamente, procurando utilizar o mínimo de tratamento possível, de forma a se viabilizar o reuso sem afetar a qualidade do produto final ou aumentar excessivamente o custo do processo.

No presente trabalho serão investigadas as alternativas de reuso de água no processo de tingimento de fibras de algodão com corantes reativos. O trabalho de pesquisa será direcionado à determinação dos efeitos do reuso de água do processo na qualidade do substrato tingido.

Este trabalho possui como objetivo demonstrar a viabilidade de reuso direto das correntes líquidas de efluentes têxteis, oriundas do processo de tingimento e enxágüe.

Para alcançar o objetivo geral do trabalho, caracterizou-se os banhos de descarte e os substratos tingidos, sugerindo-se algumas alternativas para sua reutilização.

Autor: Rolf Guenter Twardokus.