BIBLIOTECA

Influência de inóculo na remoção de DQO e nitrogênio amoniacal de resíduos sólidos orgânicos tradados em reatores anaeróbios de batelada

A quantidade de resíduos sólidos gerados diariamente tem crescido de forma exponencial e acaba sendo um dos problemas mais preocupantes para a sociedade. O processo anaeróbio vem sendo bastante utilizado para tratar o resíduo sólido orgânico devido a sua elevada carga orgânica e seu reaproveitamento energético. Esse trabalho teve como objetivo comparar o efeito do tratamento anaeróbio de Resíduos Sólidos Orgânicos (RSO) em regime de batelada em três digestores sendo dois com diferentes inóculos e um sem o uso de inóculo; realizar a caracterização dos RSO após o processo de digestão anaeróbia por meio de parâmetros físico e químicos e avaliar o teor de produção de biogás durante 111 dias de operação dos reatores. O sistema experimental foi projetado e instalado nas dependências da Estação Experimental de Tratamento Biológico de Esgotos Sanitários (EXTRABES) da Universidade Estadual da Paraíba localizada na cidade de Campina Grande, no estado da Paraíba. O experimento foi realizado em triplicata utilizando-se reatores no sistema experimental, sendo um inoculado com lixiviado, outro com lixiviado adaptado  no terceiro reator não existia inóculo.

Palavras-chave: Lixiviado, biogás, tratamento biológico, matéria orgânica putrescível

Leia o artigo completo: Influência de inóculo na remoção de DQO e nitrogênio amoniacal de resíduos sólidos orgânicos tradados em reatores anaeróbios de batelada