BIBLIOTECA

Avaliação fluidodinâmica e co-combustão de resíduo de biomassa industrial em planta de bancada e planta piloto de leito fluidizado borbulhante

Resumo: A questão ambiental levantada pelo uso de combustíveis fósseis para geração de energia tem levado a pesquisas na busca de alternativas para a redução das emissões de gases poluentes como CO2, CO, SO2 e NOx. O uso da biomassa em sistemas de co-combustão em leito fluidizado é mencionado como uma destas alternativas. O presente estudo utilizou resíduos de biomassa da indústria de extração de tanino, o Resíduo de Cascas de Acácia Negra (RCAN), em conjunto com carvão mineral da jazida de Candiota. O objetivo do trabalho é estudar a fluidodinâmica entre diferentes composições dos materiais em meio inerte (areia) de leito fluidizado de bancada e a avaliação das emissões dos gases gerados na co-combustão das misturas destes combustíveis em sistema planta piloto com reator de leito fluidizado borbulhante. Durante a fluidização das misturas de RCAN e areia, os valores experimentais da velocidade mínima de fluidização, Umf,variaram consideravelmente em ralação a mistura carvão/areia. Ao mesmo tempo, a queda de pressão, ∆P, diminuiu com o aumento da concentração de biomassa no leito. A co-combustão do RCAN com carvão favoreceu a diminuição das concentrações de SO2 nos gases gerados, mantendo as emissões em níveis aceitáveis (conforme os limites de emissão da resolução do CONAMA).

Autores: Felipe de Aguiar de Linhares; Gabriel Faé Gomes; Nilson Romeu Marcílio e Pedro Juarez Melo.

Leia o estudo completo: Avaliação fluidodinâmica e co-combustão de resíduo de biomassa industrial em planta de bancada e planta piloto de leito fluidizado borbulhante