BIBLIOTECA

Avaliação do uso de coagulantes orgânicos no tratamento de efluentes de Galvanoplastia: um estudo de caso

O presente projeto objetiva analisar e descrever as potencialidades do uso das sementes trituradas de Moringa oleífera e da quitosana no tratamento de águas de efluente industrial, tomando como base as amostras desse efluente nos tanques de lavagem de uma indústria de galvanoplastia, localizada no município de Mossoró-RN. Essas amostras foram avaliadas em laboratório, utilizando parâmetros como: turbidez, cor, pH, temperatura e condutividade. Consistindo-se na preparação de soluções com diferentes tipos de dosagens de sementes trituradas de Moringa, quitosana, sulfato de alumínio e cloreto férrico comparando a eficiência destas soluções no tratamento do efluente industrial, bem como determinar o volume das soluções que se mostraram mais eficientes de cada coagulante. A melhor diminuição de turbidez e cor ocorreu com a utilização das seguintes dosagens de cada coagulante: Moringa (7,5 ml e 12,5 ml); quitosana (2,5 ml e 7,5 ml); sulfato de alumínio (1 ml e 2,5 ml) e cloreto férrico (1 ml e 1,5 ml). Apontando a possibilidade de reuso deste efluente a ser tratado com os coagulantes orgânicos como uma alternativa de fácil acesso e de baixo custo, principalmente na Região Nordeste onde o acesso à água é escasso em épocas de seca.

Leia o artigo completo: Avaliação do uso de coagulantes orgânicos no tratamento de efluentes de Galvanoplastia um estudo de caso