BIBLIOTECA

Aplicação de processos oxidativos avançados no tratamento de águas de lavagem de maquinários farmacêuticos contendo amoxicilina

Resumo: Dentre os poluentes emergentes, os fármacos, em especial os antibióticos, têm atraído uma maior atenção, pois a entrada destes, no ambiente, é contínua e passível de apresentar toxicidade aos seres vivos e desenvolver bactérias patogênicas resistentes, causando sérios problemas de saúde pública. No presente trabalho, objetivou-se avaliar alguns processos oxidativos avançados (fotólise direta, UV/H2O2, Fenton e foto-Fenton) para o tratamento de efluentes industriais provenientes da formulação de fármacos comerciais, com ênfase nas águas de lavagem de maquinários farmacêuticos contendo amoxicilina(100mgC.Lˉ¹). O sistema foto-Fenton apresentou as maiores taxas de remoção de carbono orgânico (TOC), mineralizando 58% da carga orgânica inicial em apenas 30 minutos de reação. A variação da concentração inicial de íons Fe2+ (0,07 – 1 mmol.Lˉ¹) não afetou o desempenho do processo. O sistema UV/H2O2 apresentou o maior percentual de mineralização (97%) no tempo total de reação (180 min).

Autores: J. F. de CARVALHO, T. Y. ARAKI, F. A. de MORAES e J. E. F. de MORAES.

Leia o estudo completo: Aplicação de processos oxidativos avançados no tratamento de águas de lavagem de maquinários farmacêuticos contendo amoxicilina