BIBLIOTECA

Alterações Químicas do Solo após Aplicação de Biossólidos de Estação de Tratamento de Efluentes de Fábrica de Papel Reciclado

O estudo dos efeitos da aplicação de resíduos de fábrica de papel reciclado em solos florestais nas propriedades químicas de dois tipos de solo foi o objetivo principal deste trabalho. A utilização de resíduos, mesmo com baixa quantidade de nutrientes, é defendida por vários autores, principalmente visando conciliar as necessidades nutricionais com os processos de ciclagem de nutrientes para se manter a produtividade dos plantios florestais. Utilizando-se de resíduos de fábrica de papel reciclado, foi realizado experimento em casa de vegetação da EMBRAPA, em Colombo (PR). Foram montados, em tubos de PVC, misturas de resíduos em dois tipos de solo, Neossolo Regolítico distrófico húmico e Cambissolo húmico distrófico típico. O delineamento experimental foi realizado em blocos inteiramente casualizados, com três repetições, com dosagens crescentes (0, 10, 20, 40 e 80 t.ha-1 ). No final do experimento, depois de 147 dias de duração, foi realizada a análise de três camadas de solo: 0–10 cm, 10–20 cm e 20–30 cm. A aplicação dos resíduos de papel reciclado influenciou as propriedades químicas do solo, como o aumento no pH, a diminuição no alumínio trocável, a diminuição da acidez potencial, o aumento nos níveis de cálcio e magnésio, o aumento nas camadas iniciais para o fósforo e o aumento na saturação de bases, sem alteração do conteúdo de sódio e matéria orgânica do solo.

Leia o artigo completo: Alterações Químicas do Solo após Aplicação de Biossólidos de Estação de Tratamento de Efluentes de Fábrica de Papel Reciclado