NOTÍCIAS

Abastecimento de água em Rio Branco/AC é reduzido para desligamento da ETA II e troca de subestação

Distribuição de água na capital acreana vai ser feita por rodízio e de forma reduzida enquanto equipes trocam subestação da ETA II. Serviço começou na quinta (24) e se estende até a sexta (25)

 

agua potavel

Imagem Ilustrativa

 

A Estação de Captação de Água (ETA II), na Via Verde, em Rio Branco, começa a ser desligada na quinta-feira (24) para troca da subestação de distribuição que corre o risco de desabar. Com o desligamento, que segue até esta sexta (25), o abastecimento de água na capital acreana vai ser reduzido.

O Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) afirmou que a cidade não vai ficar desabastecida, mas haverá uma redução da vazão. As equipes vão colocar uma nova subestação e o procedimento vai durar dois dias.

Crise hídrica

No último dia 7, o governo Acre decretou situação de emergência e alertou para uma possível crise hídrica na capital. A principal estação de captação e tratamento de água, a ETA II, construída às margens do Rio Acre, apresenta várias rachaduras com o risco de desabar a qualquer momento. A estação é responsável por abastecer 70% da cidade, cerca de 250 mil pessoas.

O secretário-adjunto de Infraestrutura do Depasa, Jamerson Lima, explica que as bombas que ficam no rio, inclusive as flutuantes, vão ser desligadas gradativamente. Segundo ele, a operação não compromete o abastecimento.


LEIA TAMBÉM: ESBOÇO DE MP DÁ PODERES A GRUPO INTERMINISTERIAL PARA DECIDIR SOBRE VAZÃO DE RIOS


“Com a subestação acionada e energizada vamos para a fase de testes e fazer toda parte de programação dos inversores de frequência e quadros de comando. Concluir essa primeira parte do dia, na segunda já começamos a fazer o desligamento gradativo das bombas que ficam no rio”, destacou.

Ainda segundo o secretário, haverá um rodízio de distribuição de água nos bairros durante a operação. A previsão, conforme Lima, se o serviço for concluído na sexta, é que o sistema volte a funcionar normalmente no mesmo dia.

“Amanhã [sexta, 25] vai realmente paralisar o sistema, que é para acionamento da bomba KSB e pretendemos concluir em 24 horas. Já está sendo feito a reserva nos reservatórios para manter o abastecimento, só que em forma de rodízio”, frisou.

Sem riscos

O secretário garantiu que, com a troca da subestação, os desligamentos do sistema da ETA II e os constantes problemas no abastecimento devem acabar.

No último dia 7, a distribuição de água foi comprometida novamente por causa de problemas mecânicos em uma das bombas da ETA II. Com o problema no sistema de abastecimento do Reservatório Calafate, ficaram com redução na distribuição os bairros Calafate, Nova Estação, Portal Amazônia, Rui Lino III e Tucumã.

“O que está sendo feito aqui é consequência do desbarrancamento que colocou em risco de parada total a estação da ETA II. Com a construção da subestação, esse risco está eliminado, então, não temos mais parada do sistema por conta do desbarrancamento. Mas, não estão incrementando em volume de água, apenas substituindo uma estação antiga para uma nova”, complementou.

Fonte: G1.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: UNIVERSIDADE DO CEARÁ É PIONEIRA EM TRATAMENTO EFICAZ DE ÁGUA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: MORADORES DO RIO VOLTAM A RECLAMAR DE PROBLEMAS NA QUALIDADE DA ÁGUA QUE CHEGA ÀS TORNEIRAS