NOTÍCIAS

Águas de Pará de Minas conclui a construção de quatro estações de tratamento de esgoto nos distritos de Pará de Minas/MG

Com o objetivo de alcançar a universalização do sistema de esgotamento sanitário no município e, assim, levar mais qualidade de vida para os pará-minenses, a concessionária Águas de Pará de Minas concluiu, no primeiro semestre de 2020, a implantação de quatro Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) em distritos da cidade.

ete

A Estação de Tratamento de Esgoto é a unidade operacional do sistema de saneamento básico responsável por receber o esgoto doméstico dos imóveis e devolvê-lo tratado para o corpo hídrico, garantindo, desta forma, a preservação e a qualidade do meio ambiente.

Uma estação foi implantada no distrito de Carioca, outra em Tavares e duas em Torneiros. O esgoto coletado nessas estações passa pelo pré-tratamento – etapa do gradeamento, onde são retirados os sólidos maiores e, depois, pela caixa de areia, estrutura que retém areia e resíduos menores. Em seguida, o efluente segue para uma Estação Elevatória de Esgoto (EEE), responsável por encaminhá-lo para os Reatores Anaeróbios de Fluxos Ascendentes (RAFAs) e filtros anaeróbios, ocorrendo a degradação da matéria orgânica por meio de bactérias anaeróbias. Todo esse processo garante o tratamento total do esgoto coletado. Além das ETEs, a concessionária também instalou um total de 2 quilômetros de extensão de rede de esgoto nesses distritos.

“Foram dias de muito trabalho para toda nossa equipe e o resultado foi muito positivo. A conclusão dessas obras reforça o nosso compromisso com toda a população. Esse serviço é essencial para garantir mais saúde para todos os moradores e também contribui muito para preservação do meio ambiente”, celebra o supervisor de engenharia da concessionária, Fernando Marinho.


LEIA TAMBÉM: Levantamento da ANA aponta aumento expressivo no número de estações de tratamento de esgoto no país


Investimentos

Graças às ações e investimentos feitos pela concessionária, Pará de Minas tem hoje o índice de cobertura de 99% de coleta e tratamento de esgoto, número muito acima da realidade da maioria dos municípios brasileiros, e espera universalizar os serviços nos próximos anos.

“Nossa cidade é, sem dúvida, destaque e isso é muito gratificante. Nossos investimentos continuam e a nossa missão é contribuir, ao máximo, para universalizar o saneamento em nosso país”, finaliza Fernando.

Fonte: ABCON SINDCON.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Sanesul executa R$ 56 milhões em obras do sistema de abastecimento de água