Notícias

Sabesp está perto de fechar contrato com Santo André/SP

Publicado em 03/04/2019 às 11:20:23
Categoria(s): Saneamento,
Tags: Sabesp, Santo André/SP,

O diretor de econômico-financeiro e de relações com investidores Sabesp, Rui de Britto Álvares Affonso, disse nesta terça-feira durante teleconferência com analistas e jornalistas que a companhia está otimista em relação à assinatura do contrato com o município de Santo André, no ABC Paulista.

sabesp

“As negociações estão bastante promissoras e estão na linha do que estamos fazendo, que é sair do atacado e ir para o varejo”, disse o executivo. Segundo ele, a Sabesp já assinou contratos semelhantes com as cidades de São Bernardo do Campo, Diadema e Guarulhos. “Estamos discutindo agora com Santo André e está bem adiantado. Estamos bem otimistas.”

A assinatura do contrato com Guarulhos impactou diretamente os resultados da Sabesp no quarto trimestre, segundo a Sabesp. Os R$ 928 milhões de receita apurada com o contrato se refere ao total obtido em 2017 e 2018. Somente no ano passado o impacto foi de R$ 800 milhões e outros R$ 128 milhões referente a 2017.

O acordo com Guarulhos firmado em dezembro permitiu a troca das dívidas do município com a empresa pelo direito de exploração de serviços por quatro décadas. Com isso a Sabesp pôde reconhecer como receita R$ 928 milhões que antes estavam na linha de contas a receber relacionados a venda de água em atacado para o município, o que resultou em um efeito positivo de R$ 800 milhões na receita operacional.

Inovação em esgotos 

O presidente da empresa, Benedito Braga, disse que o foco de sua gestão será nos investimentos em inovação para projetos de coleta e tratamento de esgoto. “Com essa estratégia, a nossa meta é aumentar a nossa eficiência e acelerar a limpeza dos rios, principalmente na Região Metropolitana de São Paulo”, disse o executivo.

Segundo ele, com a estratégia, a companhia poderá melhorar a sua margem. “Nós [da Sabesp] passamos muito bem pela crise hídrica com os investimentos que fizemos em captação e armazenamento de água, agora vamos focar no esgoto”, afirmou Braga. Outra frente, segundo o presidente, será em investimentos tecnologias para a limpeza do lodo (resíduo do tratamento de esgoto).

Fonte: Valor econômico.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *