NOTÍCIAS

Projeto de revitalização de bacias hidrográficas pode beneficiar 250 municípios

Programa é totalmente financiado pela iniciativa privada e conta com a parceria de doze das maiores empresas do Brasil

revitalizacao

Imagem ilustrativa

Em um país que tem 12% da água total do planeta, ela não chega para muitos. Porém, mudar isso é o objetivo de um programa que visa ampliar a quantidade e a qualidade da água disponível para consumo e para o setor produtivo.

A iniciativa “Águas Brasileiras”, do Governo Federal, selecionou 26 projetos voltados a conservar e recuperar importantes bacias hidrográficas do país.

São ações de curto, médio e longo prazo, que vão desde o plantio de 100 milhões de árvores em dois anos, até a conclusão de empreendimentos de saneamento, reuso de água e técnicas sustentáveis que devem beneficiar mais de 250 municípios em 10 estados.

Dos projetos aprovados, 16 focam na bacia do Rio São Francisco, com a recuperação de nascentes e o reflorestamento da Mata Atlântica da região, que tem função essencial no fluxo dos mananciais.

“A Mata Atlântica exerce a função de mantenedora e reguladora do ciclo hidrológico. No período de chuva, a floresta segura a terra fértil, faz com que a água infiltre nos aquíferos e depois no período de seca, aflore na forma de nascentes, mantendo a perenidade dos rios, reservatórios e mananciais entre as variações de clima”, afirmou a diretora da Fundação SOS Mata Atlântica, Malu Ribeiro.


LEIA TAMBÉM: INCÊNDIOS FLORESTAIS DESENCADEIAM IMPACTOS EM CASCATA NAS BACIAS HIDROGRÁFICAS


Um dos projetos em andamento acontece no município de Sento Sé, no interior da Bahia, onde ondo o foco é preservar seis nascentes por meio do plantio de cerca de 6 mil mudas espalhadas por elas.

O programa é totalmente financiado pela iniciativa privada e conta com a parceria de doze das maiores empresas do Brasil. O objetivo é que o projeto seja ampliado para todo o país.

Cerca de 45% das famílias brasileiras sofrem com a escassez de água, falta de estrutura e de saneamento básico adequado. Dos 507 municípios que compõem a bacia do São Francisco, apenas um tem 100% de esgoto tratado.

Além dos benefícios para o meio ambiente e da possibilidade para novos negócios, a recuperação das bacias hidrográficas pode dar acesso à água limpa a milhares de brasileiros.

“Isso significa saúde, porque uma pessoa que não tem acesso à água tratada ou à coleta de esgoto está fadada a ficar a vida inteira doente, com verminoses e doenças gastrointestinais. Isso debilita a saúde e diminui a produção, então, ela sempre estará nessa situação de marginalização”, afirmou Antônio Carlos Zuffo, especialista em recursos hídricos da Unicamp.

Fonte: CNN.