NOTÍCIAS

Novo cromatógrafo para a Sanepar

A alta tecnologia do novo cromatógrafo vai melhorar ainda mais o monitoramento da qualidade da água distribuída à população

 

cromatografo-sanepar-0417

 

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) investiu R$ 1,1 milhão na aquisição de um cromatógrafo gasoso, acoplado a um espectrômetro de massa atômica triplo quadrupolo de alta performance, para a unidade de Maringá.

A compra deste equipamento, de última geração, utilizado nos melhores laboratórios do mundo em análises ambientais, reforça a política da empresa de constantemente modernizar e aperfeiçoar os laboratórios de controle de qualidade dos sistemas de água e de esgoto.

De acordo com o engenheiro químico da Sanepar, Fernando Mário Araújo, o cromatógrafo é utilizado no monitoramento do padrão de potabilidade da água, em análises de resíduos de pesticidas, herbicidas, fungicidas e compostos voláteis, como trihalometano e combustíveis.

“A empresa já realizava estas análises com o uso de outros cromatógrafos. A diferença é que o novo equipamento possui uma tecnologia mais avançada, que permite melhorar, ainda mais, os processos já desenvolvidos, ampliando a abrangência de pesquisas em outros tipos de análises”, disse Araújo.

O Gerente Geral da Sanepar para a Região Noroeste, Sergio Veroneze, ressalta que “somado aos demais sistemas de análises existentes, esta aquisição torna o laboratório da Sanepar, em Maringá, uma referência nacional em análise de resíduos de agrotóxicos em água”.

O novo equipamento deve entrar em operação em maio, quando terminar a fase de desenvolvimento analítico. Toda esta etapa é acompanhada por técnicos da empresa americana Agilent Technologies, fornecedora do sistema.

Qualificação

O laboratório central da Sanepar é altamente qualificado e atende, além de Maringá, as regiões de Campo Mourão, Paranavaí e Umuarama. Ele também realiza algumas análises específicas para outras regiões do Estado. Sua equipe é composta por 20 profissionais, entre químicos, engenheiros químicos, bioquímicos, biólogos e técnicos.

Mensalmente são analisados mais de dois mil parâmetros de amostras de água e de esgoto, como físico-químicos, microbiológicos, hidrobiológicos, compostos orgânicos e metais pesados. Desde 2008, a unidade possui a certificação de qualidade ISO 9001 e trabalha, atualmente, na busca da certificação ISO 17.025, específica para processos laboratoriais.

Fonte: Sanepar