NOTÍCIAS

Mogi mais Água é implantado na zona rural de Mogi das Cruzes/SP

Propriedades rurais receberão estação de tratamento de esgoto

tratamento-esgoto-zona-rural

Projeto de tratamento de esgoto é testado em propriedades rurais de Mogi das Cruzes

O projeto piloto do Mogi mais Água já está em implantação. O bairro do Cocuera, em Mogi das Cruzes, é o primeiro a receber a ideia que vai instalar, nas propriedades rurais, uma mini estação de tratamento de esgoto.

O sítio do agricultor Celso Takano foi primeiro a receber mini estação de esgoto. “Antigamente era por meio da fossa negra.

Era diretamente jogado em um buraco.” O Mogi Mais Água é um projeto da Secretaria Municipal de Agricultura. “Ele tem o objetivo principal de incentivar o produtor rural no controle do assoreamento de mananciais através do controle de erosões laminares, o saneamento rural e também a implantação de áreas de vegetação. O plantio de novas matas, especialmente, nas áreas de preservação permanente e reserva rural”, explica o secretário de Agricultura Renato Abdo.

Qualidade água do Tietê

A propriedade do agricultor faz parte das mais de 250 que ficam no Cocuera. “Começamos pelo Cocuera porque é entrada da bacia do Rio Tietê na cidade. E conforme o rio direciona suas água encaminharemos o projeto para contribuir com a qualidade água do Tietê.”

No sistema, o esgoto passa pelo encanamento e chega até a estação chamada de gota.

Dentro ele é tratado e chega até o reservatório conhecido como sumidouro.

A função dele é fazer com que a água que foi tratada suma no solo sem prejudicar a natureza. “Essa é uma estação de tratamento de esgoto por aeração. Então são bactérias aeróbias que a gente cultiva e que são eficientes para a degradação do esgoto e elas não geram mau cheiro. Após degradado, o lodo gerado também serve como alimento para essa bactérias, aumentando a eficiência do sistema”, informa o engenheiro ambiental Daniel Vecchi.

Segundo o Semae 95% do esgoto da cidade é coletado e pouco mais da metade recebe tratamento.

Esses dados são apenas da área urbana de Mogi. A Cetesb que cuida do esgoto no campo e não tem números no setor.

Nesse primeiro momento do projeto é a Secretaria de Agricultura quem entra em contato com os agricultores.

Fonte: G1.