NOTÍCIAS

Grupo Urca Energia investirá R$ 45 milhões na produção de CO2 verde

O Grupo Urca Energia, que oferece soluções nas áreas de geração e comercialização de energia de biometano e de gás natural, anunciou no dia 7 de fevereiro a construção de uma usina de produção de gás carbônico (CO2) verde no Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) de Seropédica, município do Estado do Rio de Janeiro.

Usina instalada no Estado do Rio de Janeiro será a primeira do Brasil a produzir gás carbônico (CO2) verde a partir de biometano

biogas

Imagem ilustrativa

A planta, a primeira no Brasil a produzir CO2 verde pelo aproveitamento de biometano gerado a partir dos resíduos orgânicos de aterro sanitário, faz parte do portfólio da Gás Verde.

A empresa, recém-adquirida pela Urca Energia, já conta com uma usina de biometano em Seropédica e duas plantas de geração de energia elétrica a partir de biogás em Nova Iguaçu e São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio de Janeiro, e que serão transformadas em usinas de biometano até 2023.

O valor para a construção e aquisição dos equipamentos da nova planta de CO2 verde é de R$ 45 milhões e faz parte do investimento total na Gás Verde de R$ 1,2 bilhão.

A expectativa é de que a usina comece a operar em 18 meses. A planta vai gerar em torno de 100 toneladas de gás carbônico verde por dia, o que representa aproximadamente 10% do consumo diário do Brasil, que é de 1.100 toneladas.

O anúncio foi feito durante um evento em Seropédica que contou com a presença do secretário de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis do Ministério de Minas e Energia, Rafael Bastos da Silva, representando o ministro da pasta; do secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Vinicius Farah, representando o governador Cláudio Castro; do prefeito de Seropédica, professor Lucas; e do deputado federal Júlio Lopes (PP-RJ).

“Os investimentos da Urca Energia e a inauguração da usina de biogás da Eva Energia no Rio de Janeiro ampliam a geração de energia limpa no estado. E somam-se a um número significativo de projetos de energia solar, eólica e de hidrogênio verde que tornarão o Rio uma referência nacional em fontes renováveis”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia e Relações Internacionais, Vinicius Farah.

O CO2 verde é usado na indústria de Alimentos e Bebidas, nos processos de gaseificação de líquidos e congelamento de alimentos; na Metalurgia, no tratamento térmico de soldas, e no setor de Saneamento para o tratamento de efluentes.

Para o diretor-executivo do grupo Urca Energia, Marcel Jorand, investir no aproveitamento do gás carbônico está em linha com o propósito de negócio da empresa.

“Estamos buscando realizar investimentos que façam sentido, não só sob o ponto de vista do negócio, mas que tenham efeito positivo no meio ambiente, e é isso o que ocorre ao tratarmos o gás carbônico para que seja aproveitado por diversas indústrias. Trabalhamos para oferecer alternativas ambientalmente melhores”, destaca Marcel Jorand, diretor-executivo do grupo Urca Energia.

 


 

LEIA TAMBÉM: 4º FÓRUM SUL BRASILEIRO BIOGÁS E BIOMETANO


 

Assim como o convencional, o gás carbônico verde alcança um grau de pureza para o consumo como alimento, atendendo à norma internacional determinada pela Food and Drug Administration (FDA), órgão que controla a qualidade de medicamentos, alimentos e bebidas nos Estados Unidos. A diferença é que o nosso CO2 verde tem na sua origem o combustível renovável, o que significa que o processo evita a emissão de gases de efeito estufa.

No processo de tratamento do biogás para biometano é gerada uma corrente de gases composta por 42% de gás carbônico. Essa corrente será enviada por dutos da usina de biometano para a usina de CO2 verde, onde será tratada para elevar a concentração do gás carbônico a 99%. Depois, o gás passará pelo processo de liquefação e será estocado para ser vendido a distribuidoras e comercializadoras.
Ambev utilizará biometano em cervejaria de Macacu

Em janeiro, a Gás Verde firmou contrato com a Ambev para fornecimento de biometano a ser usado na planta industrial de Cachoeiras de Macacu – RJ. O biometano vindo do Centro de Tratamento de Resíduos (CTR) de Seropédica é usado na cervejaria.

O biometano, fornecido pela Gás Verde, é transportado do CTR até a cervejaria e injetado em queimadores de alta eficiência na caldeira, gerando o vapor que é utilizado nos processos produtivos. Assim, além de usar uma fonte de energia calorífica mais sustentável, também reduz as emissões de carbono, em linha com sua ambição de ser net zero até 2040.

A Gás Verde fornecerá 5,5 milhões de metros cúbicos de biometano por ano, volume que representa entre 10 e 15% da produção da usina da Gás Verde em Seropédica.

Sobre a Urca Energia

A Urca Energia é um grupo que atua nos mercados livre de energia (ACL) e regulado (ACR), oferecendo soluções energéticas nas áreas de geração e comercialização de energia, de biometano e de gás natural. Integra as empresas EVA, Urca Gás, Urca Comercializadora de Energia e Gás Verde.

Fonte: Danthi Comunicações para Portal Energia e Biogás


ÚLTIMAS NOTÍCIAS: CONHEÇA O SIRION™ PRO, UM SISTEMA DE OSMOSE REVERSA DA VEOLIA MONTADO EM SKID PARA PRODUÇÃO DE ÁGUA DE ALTA PUREZA

ÚLTIMAS NOTÍCIAS: EMBRAPA: SOMBRA ARTIFICIAL EM CONFINAMENTO REDUZ CONSUMO DE ÁGUA DO REBANHO