Notícias

ETE do Laticínio VIGOR entra em operação

Publicado em 08/05/2015 às 16:40:32

A Estação de Tratamento de Efluentes Industriais da VIGOR, em Santa Rita do Ibitipoca / MG, foi modificada e ampliada recentemente pela empresa Memphis ( www.memphis.ind.br ) para que pudesse melhorar o seu desempenho e com o menor custo possível, tendo como base e “coração” do novo tratamento, o processo biológico aeróbio “MBBR” – Moved Bed Biofilm Reactor – ou reator de leito móvel com biomedia, tecnologia da Biowater Technology AS (Noruega), representada com exclusividade no Brasil pela Memphis.

Esta unidade fabril produz leite e queijos, gerando um efluente de características físico-químicas muito variáveis e com DQO (Demanda Química de Oxigênio) média de 3.000 mg/L. O sistema possuía inicialmente um processo de tratamento biológico por lagoa aerada, com pré-tratamento de caixa de areia, caixa de gordura e grades, conforme foto abaixo :

memphis1

Com tempo de detenção de pouco mais de cinco dias, a lagoa não estava conseguindo os resultados esperados de forma consistente. Além disso, a empresa planejava o aumento da produção, o que certamente levaria a ETE à perda total da eficiência.

Foram feitas análises comparativas pelo cliente para aplicação de diversos processos de tratamento, incluindo :

• Apenas tratamento físico-químico com flotador (DAF), com a realização de estudo piloto ;

• Tratamento biológico por aeração prolongada ;

• Tratamento biológico anaeróbio (tipo UASB) ;

• Tratamento biológico com MBBR ( Leito Móvel ).

O primeiro tinha o menor CAPEX (investimento inicial) mas um elevado OPEX (custos de O&M).

O segundo, com CAPEX comparável ao MBBR tinha, entretanto, necessidade de área muito grande devido ao elevado tempo de detenção do tanque de aeração, incompatível com a área disponível.

O terceiro tinha o CAPEX mais elevado, apesar do OPEX mais baixo. Entretanto, os riscos de maus odores fizeram com que essa opção fosse descartada.

A nova ETE foi então concebida de acordo com o seguinte fluxograma :

Caixa de Gordura,Correção de pH e Medição de Vazão,Equalização Aerada + DAF,MBBR,Decantador Secundário,Tanque de Lodo,Centrífuga,Lodo

memphis2

A lagoa existente foi aproveitada nessa nova configuração como tanque de equalização, mantendo-se os aeradores superficiais existentes. As demais unidades foram construídas de acordo com o projeto e na modalidade de fornecimento “turn-key” da Memphis (sem obras civis).

A ETE está em operação desde fevereiro de 2015, e atingiu todos os parâmetros ambientais exigidos pelo Estado de Minas Gerais, bem como toas as garantias contratadas pelo Cliente, em menos de 30 dias. Abaixo, uma foto geral da ETE :

memphis4

Abaixo, destacamos a alta qualidade do efluente final :

memphis3

A VIGOR tem mais três plantas com a tecnologia MBBR da Biowater e, além dessas, a MEMPHIS também forneceu outra planta com o processo de lodos ativados por batelada (“SBR”). Todas essas unidades contemplam o fornecimento completo das ETE’s em regime “turn-key” ( sem obras civis ), incluindo o pré-tratamento físico-químico, biológico e tratamento dos lodos gerados no processo.

Clique na imagem e conheça a Memphis:

logomemphis


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *