Notícias

SP inaugura Estação de Tratamento de Esgotos em Caconde

ETE vai beneficiar toda a população do município e permite a revitalização do córrego São Miguel

 

eta

 

A Estação de Tratamento de Esgotos (ETE) da Estância Climática de Caconde tem capacidade para tratar o esgoto de 100% do município. Com investimento de R$ 11,9 milhões, as obras entregues no último dia 13 de agosto vão revitalizar o córrego São Miguel, afluente do rio Pardo, com a remoção de aproximadamente 26 toneladas por mês de carga orgânica proveniente do esgoto doméstico lançado in natura. O projeto foi executado pelo Departamento de Águas e Energia Elétrica (DAEE), por meio do programa Água Limpa.

“Estamos comemorando uma obra importantíssima para a população de Caconde. Isso traz dignidade e mostra que a cidade é ambientalmente correta, que se importa com o meio ambiente”, declarou o Secretário de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.


NOTÍCIA DO DIA: RESOLUÇÃO ESTABELECE DIRETRIZES PARA LICENCIAMENTO DE UNIDADES E ATIVIDADES QUE ENVOLVEM CDR


Remoção de mais de 90% da matéria orgânica

O equipamento tem, também, um importante papel como agente de prevenção na saúde, reduzindo o risco de disseminação de doenças hídricas. Localizada no quilômetro 297 da Rodovia Deputado Cunha Bueno, sentido Dutra-Campinas, a ETE de Caconde opera com um conjunto de quatro lagoas de tratamento (duas aeradas e duas de sedimentação), sistema que permite a remoção de mais de 90% da matéria orgânica.

“Essa estação possibilita a eliminação de mais de 90% de matéria orgânica que era lançada no córrego São Miguel, beneficiando toda a bacia do Rio Pardo”, lembrou o Diretor regional do DAEE na Bacia do Pardo Grande, Carlos Eduardo Nascimento Alencastre.

Água Limpa

O Programa Água Limpa foi criado em 2005, por meio de uma ação conjunta da então Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos, DAEE e Secretaria da Saúde, com objetivo de implantar sistemas de tratamento de esgoto em municípios com até 50 mil habitantes não atendidos pela Sabesp ou serviços autônomos.

Fonte: Governo do Estado de São Paulo.


LEIA TAMBÉM: JUNDIAÍ/SP AMPLIA EM 50% A CAPACIDADE DE ÁGUA TRATADA

LEIA TAMBÉM: SAEMA DE ARARAS/SP MONITORA SISTEMA ALTERNATIVO DE ESGOTO, QUE ENTROU EM OPERAÇÃO NA ÚLTIMA SEXTA-FEIRA (31)


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *