Notícias

Emenda garante reinício de projeto da UFCG que reutiliza água de esgoto

Publicado em 06/06/2016 às 10:24:56

pedro cunha lima

foto: ascom

A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) vai poder reiniciar os trabalhos de pesquisa dentro do projeto que trata esgoto e faz sua reutilização como água para a indústria e a agricultura.

O trabalho estava suspenso e será retomado segundo a professora Vera Lúcia Antunes, graças a liberação de uma emenda do deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) no valor de R$ 300 mil.

“Esse recurso veio em boa hora. Estávamos com as atividades paralisadas por falta de dinheiro para investir nas pesquisas. O deputado conheceu o projeto, observou sua importância para a sociedade e trabalhou para que ele pudesse continuar. Com essa ajuda poderemos viabilizar o projeto”, destacou a professora.

De acordo com o deputado Pedro, o valor de R$ 300 mil já foi empenhado pelo Ministério da Educação e o limite orçamentário já enviado para a unidade gestora, no caso a UFCG.

“É comprovado que o volume de água doce e limpa, que é menos que um por cento de toda a água disponível no planeta, está se reduzindo em todas as regiões do mundo. Temos hoje um grave problema de abastecimento em Campina e projeto de reutilização de água como esse é essencial nos dias atuais”, disse.

O Projeto Reúso é coordenado pela UFCG e foi proposto pela Agência Nacional de Águas (ANA) em parceria com a Prefeitura Municipal de Campina Grande (PMCG) e do Governo do Estado da Paraíba, por intermédio da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA) e da Companhia de Água e Esgoto do Estado da Paraíba (CAGEPA).

De acordo com o projeto, a água de esgoto coletada é tratada e depois utilizada para diversos fins. O reaproveitamento das águas é justificado, principalmente, em virtude da escassez hídrica, crescimento populacional, urbanização e industrialização. O procedimento já tem despertado o interesse de importantes indústrias na Paraíba.

FONTE: Da Redação com Ascom


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *