Notícias

Projeto da Unesp aceito pela Universidade de Cambridge

Publicado em 02/04/2018 às 09:00:29

 

A Conferência Internacional sobre Energia Sustentável e Sensibilização Ambiental (SEES) será realizada de 18 a 19 de junho de 2018 dentro da Universidade de Cambridge.

 

unesp

 

Após meses de avaliação o projeto FEG-Sustentável apresentado na forma de artigo pela equipe do projeto Ponto Iluminado sob coordenação de Thiago Matheus Martins de Moraes, estudante da Faculdade de Engenharia da Unesp em Guaratinguetá e com a orientação dos Professores Dr. José Feliciano Adami e Dr. Rubens Alves Dias foi aprovado pela comissão técnica Universidade de Cambridge, Reino Unido, uma das mais antigas e renomadas instituições do mundo.

A Conferência Internacional sobre Energia Sustentável e Sensibilização Ambiental (SEES) será realizada de 18 a 19 de junho de 2018 dentro da Universidade de Cambridge. Por meio de seu programa técnico, a conferência pretende oferecer uma excelente oportunidade para as comunidades acadêmicas e industriais lidarem com as novas tendências e desafios, tecnologias emergentes e desenvolvimentos em tópicos relevantes para as áreas em rápida evolução de Energia Sustentável e Meio Ambiente.

O SEES 2018 oferecerá sessões orais, pôsteres, tutoriais e reuniões profissionais. O programa da Conferência SEES 2018 pretende promover a interação, de modo a abrir o caminho para a futura cooperação entre os participantes. Todos os pesquisadores e equipes que desenvolvem pesquisas ou se interessaram recentemente pelos domínios de Energia e Meio Ambiente estão convidados. Espera-se que esses artigos abordem tecnologias de ponta, conceitos teóricos, padrões, implementação de produtos, projetos de pesquisa em andamento e aplicações inovadoras de Energia Sustentável e Sensores Ambientais.

Ponto Iluminado

O artigo aprovado apresenta o estudo sobre a geração de energia fotovoltaica a partir dos dados coletados com o projeto “Ponto Iluminado” e desenvolve o projeto “FEG-Sustentável” que prevê a geração de energia de forma otimizada de modo a trazer diversos benefícios para o meio ambiente e para a comunidade, bem como desenvolve os cálculos a respeito da economia financeira que o mesmo gerará.

Também são abordados no artigo o estudo a respeito das perdas de energia no sistema de transmissão que quase não existem nos sistemas de geração distribuída, os impactos nas finanças da instituição pública e as influências da poluição na saúde das pessoas já que o projeto não emite poluentes na geração de energia.

Em um âmbito mais externo a faculdade, o artigo analisa os impactos do projeto tanto no meio ambiente e na saúde pública, quanto para a comunidade na qual o FEG-Sustentável está inserido.

Tal trabalho teve o apoio e dedicação dos egressos da Unesp de Guaratinguetá Gabriela Maia Camargo e Lucas de Paula santo Petri, do aluno de graduação Marcus Vinícius Simões e do pesquisador da PUC de Campinas, Felipe Fernandes Jacintho.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *