NOTÍCIAS

Blumenau, Floripa e Joinville têm muito a avançar em saneamento

Blumenau, Floripa e Joinville têm muito a avançar em saneamento Diorgenes Pandini/Agencia RBS

Foto: Diorgenes Pandini / Agencia RBS

Quando o dever de casa é saneamento básico, Santa Catarina continua na turma do fundão da sala de aula. As três maiores cidades do Estado-  Florianópolis, Blumenau e Joinville – aparecem na segunda metade do ranking de saneamento básico das 100 maiores cidades do país. Elaborado pelo Instituto Trata Brasil, o estudo utilizou como base o Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, do Ministério das Cidades, de 2014. Na foto, um protesto no Sul da Ilha de SC contra a falta de saneamento básico durante a temporada.

Os números

De acordo com o estudo, Florianópolis, a 59 da lista, Florianópolis  tem pouco mais da metade, 55,86%, da população atendida por rede  de esgoto, sendo que  50,59%,  são tratados, o que indica que há muito a ser feito para ampliar o acesso ao serviço. A Casan diz que 57% é atendida por rede de esgoto e 100% dos resíduos são tratados. A meta é chegar a 2018 com 73% da população conectada à rede de esgoto e coolocar os 204 municípios catarinenses atendidos pela companhia com pelo menos 50% de rede de esgoto.

Longe do ideal

Em Blumenau,  o 74 do ranking, apenas 17,77% do esgoto é tratado. A prefeitura contesta o dado e fala em 33% do município coberto pela rede de esgoto. E também garante que a meta é fechar 2016 com 37%, de acordo com o plano de saneamento recém-aprovado. Em Joinville, o 78 na lista, a prefeitura diz que já chegou a 30% este ano, praticamente dobrando a capacidade em relação aos dados de 2014 do Trata Brasil. Mesmo assim, se tudo der muito certo, Santa Catarina ainda vai levar alguns anos para chegar na…. metade da tabela.

Fonte: Diário Catarinense – Rafael Martini