O processo desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) nos Estados Unidos, pode transformar a salmoura concentrada em produtos químicos úteis, tornando a dessalinização mais eficiente.
A International Desalination Association (IDA) é a principal organização mundial focada em dessalinização e tratamento avançado de água, incluindo o reúso de água.
O processo de tratamento que emprega as resinas trocadoras catiônicas e aniônicas é denominado desmineralização. Neste tipo de tratamento temos a substituição dos íons catiônicos (Ca, Mg, Na) por íons hidrogênio e dos íons aniônicos (Cloretos, Sulfatos, Carbonatos, Sílica, Bicarbonatos, Gás Carbônico e Nitratos) por íons hidroxila.
O objetivo do trabalho foi classificar, padronizar e controlar a água deionizada utilizada na rotina através das leituras de condutividade, resistividade e (…)
O presente trabalho trata da síntese e caracterização de zeólitas magnéticas obtidas por impregnação de nanopartículas de magnetita a zeólitas A e P, sintetizadas por método hidrotérmico utilizando caulim branco do Nordeste brasileiro como fonte de silício e (…)
O presente estudo visa abordar a viabilidade qualitativa e quantitativa do reaproveitamento deste concentrado, através de estudo de caso em unidade de OR instalada em uma clínica de hemodiálise na cidade de Curitiba. Foi realizada a avaliação experimental, através de análises físico químicas e microbiológicas do concentrado, buscando atender as quatro classes de reuso sugeridas pela ABNT NBR 13969/97. Também foram analisados os parâmetros amônia, cloreto, cloro residual livre, dureza e ferro totais, fluoreto, nitratos, nitritos, sulfatos, sólidos totais dissolvidos e coliformes totais e comparados com o padrão de potabilidade.
Os efluentes líquidos industriais apresentam composição química bastante complexa, contendo compostos orgânicos e inorgânicos. O método mais utilizado no tratamento de efluentes líquidos contendo matéria orgânica é o biológico. No entanto, a presença de compostos inorgânicos pode inibir este processo.
Considerando que laboratórios químicos necessitam de água de elevada pureza, foi desenvolvido um sistema de produção de água desionizada através de resinas trocadoras de íons como alternativa ao uso de equipamentos de destilação
Remoção de dureza (sais de cálcio e magnésio) presente na água mediante aplicação de resinas de troca iônica. A dureza é uma das responsáveis pela característica de incrustação da água, e quando presentes em quantidades maiores, pode interferir na qualidade de alimentos, bebidas e processos industriais.

Categoria de Artigo: Desmineralização e Dessalinização

O processo desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) nos Estados Unidos, pode transformar a salmoura concentrada em produtos químicos úteis, tornando a dessalinização mais eficiente.
A International Desalination Association (IDA) é a principal organização mundial focada em dessalinização e tratamento avançado de água, incluindo o reúso de água.
O processo de tratamento que emprega as resinas trocadoras catiônicas e aniônicas é denominado desmineralização. Neste tipo de tratamento temos a substituição dos íons catiônicos (Ca, Mg, Na) por íons hidrogênio e dos íons aniônicos (Cloretos, Sulfatos, Carbonatos, Sílica, Bicarbonatos, Gás Carbônico e Nitratos) por íons hidroxila.
O objetivo do trabalho foi classificar, padronizar e controlar a água deionizada utilizada na rotina através das leituras de condutividade, resistividade e (…)
O presente trabalho trata da síntese e caracterização de zeólitas magnéticas obtidas por impregnação de nanopartículas de magnetita a zeólitas A e P, sintetizadas por método hidrotérmico utilizando caulim branco do Nordeste brasileiro como fonte de silício e (…)
O presente estudo visa abordar a viabilidade qualitativa e quantitativa do reaproveitamento deste concentrado, através de estudo de caso em unidade de OR instalada em uma clínica de hemodiálise na cidade de Curitiba. Foi realizada a avaliação experimental, através de análises físico químicas e microbiológicas do concentrado, buscando atender as quatro classes de reuso sugeridas pela ABNT NBR 13969/97. Também foram analisados os parâmetros amônia, cloreto, cloro residual livre, dureza e ferro totais, fluoreto, nitratos, nitritos, sulfatos, sólidos totais dissolvidos e coliformes totais e comparados com o padrão de potabilidade.
Os efluentes líquidos industriais apresentam composição química bastante complexa, contendo compostos orgânicos e inorgânicos. O método mais utilizado no tratamento de efluentes líquidos contendo matéria orgânica é o biológico. No entanto, a presença de compostos inorgânicos pode inibir este processo.
Considerando que laboratórios químicos necessitam de água de elevada pureza, foi desenvolvido um sistema de produção de água desionizada através de resinas trocadoras de íons como alternativa ao uso de equipamentos de destilação
Remoção de dureza (sais de cálcio e magnésio) presente na água mediante aplicação de resinas de troca iônica. A dureza é uma das responsáveis pela característica de incrustação da água, e quando presentes em quantidades maiores, pode interferir na qualidade de alimentos, bebidas e processos industriais.

Desmineralizadores – Resinas de Troca Iônica

O processo de tratamento que emprega as resinas trocadoras catiônicas e aniônicas é denominado desmineralização. Neste tipo de tratamento temos a substituição dos íons catiônicos (Ca, Mg, Na) por íons hidrogênio e dos íons aniônicos (Cloretos, Sulfatos, Carbonatos, Sílica, Bicarbonatos, Gás Carbônico e Nitratos) por íons hidroxila.

Leia Mais »

Reaproveitamento do concentrado gerado por sistema de tratamento de água por osmose reversa em uma clínica de hemodiálise

O presente estudo visa abordar a viabilidade qualitativa e quantitativa do reaproveitamento deste concentrado, através de estudo de caso em unidade de OR instalada em uma clínica de hemodiálise na cidade de Curitiba. Foi realizada a avaliação experimental, através de análises físico químicas e microbiológicas do concentrado, buscando atender as quatro classes de reuso sugeridas pela ABNT NBR 13969/97. Também foram analisados os parâmetros amônia, cloreto, cloro residual livre, dureza e ferro totais, fluoreto, nitratos, nitritos, sulfatos, sólidos totais dissolvidos e coliformes totais e comparados com o padrão de potabilidade.

Leia Mais »

Remoção de metais pesados de efluentes aquosos pela zeólita natural escolecita – influência da temperatura e do pH na adsorção em sistemas monoelementares

Os efluentes líquidos industriais apresentam composição química bastante complexa, contendo compostos orgânicos e inorgânicos. O método mais utilizado no tratamento de efluentes líquidos contendo matéria orgânica é o biológico. No entanto, a presença de compostos inorgânicos pode inibir este processo.

Leia Mais »

Abrandamento por Troca Iônica

Remoção de dureza (sais de cálcio e magnésio) presente na água mediante aplicação de resinas de troca iônica. A dureza é uma das responsáveis pela característica de incrustação da água, e quando presentes em quantidades maiores, pode interferir na qualidade de alimentos, bebidas e processos industriais.

Leia Mais »