Biblioteca

Revestimento e Proteção para Estações de tratamento de esgoto e águas residuais

Publicado em 29/04/2021 às 07:55:16

A água residual compreende na composição de esgoto doméstico (resíduos de sanitários domésticos, pias, chuveiros e máquinas de lavar), efluentes industriais (produtos químicos), escoamento ocasional de águas superficiais e subterrâneas que se infiltraram nos esgotos. A infraestrutura de coleta e tratamento deve ser impermeável e adequadamente protegida contra o ataque das concentrações variáveis de esgoto e outros produtos químicos envolvidos.

Apesar da grande evolução da tecnologia do concreto, os sistemas de tratamento de água e efluentes estão cada vez mais agressivos, colocando em risco a operação e durabilidade das estruturas de saneamento.

Por este motivo, a escolha de um sistema de impermeabilização e proteção eficiente é de extrema importância, tanto para estruturas novas, como nas manutenções de estruturas existentes, pois apenas a tecnologia do concreto não atende as solicitações destes ambientes.

Os materiais necessários para este tipo de obra são diferentes de um impermeabilizante convencional. As solicitações químicas, térmicas e abrasivas são maiores, além da responsabilidade sobre a estanqueidade da área impermeabilizada em um ambiente com dilatações frequentes, alta pressão de água e que não podem simplesmente ser interditadas para manutenção a qualquer momento.

A areia e outros sólidos removidos pelo sistema podem criar abrasão nas superfícies internas do tanque, levando à falha do revestimento e da impermeabilização. A corrosão do sulfeto de hidrogênio (H2S) pode atacar os espaços superiores do tanque e os vasos clarificadores / digestores estão expostos às suas próprias fontes de danos e corrosão.

Restaurando e Protegendo Estações de Tratamento

estacao

Fotos : Miaki Revestimentos ( www.miaki.com.br )

 

Uma vez que o revestimento falha, os substratos de aço ou concreto pode degradar rapidamente e deixar a estação de tratamento rumo a um pesadelo caro de manutenções, além de eventual contaminação ambiental. A impermeabilização das estações, é a maneira mais eficiente de proteção das estruturas.

Tecnologias mais recentes a base de poliuretano permitem a aplicação de sistemas de revestimento de última geração oferecendo excelente resistência aos líquidos e gases corrosivos e degradantes encontrados nestas estações, tanto municipais quanto industriais. Não apenas um tratamento preventivo, mas também como manutenção e reparação rápida e sem os altos custos de reconstruir uma estrutura de ETE/ETA.

Os sistemas a base de poliuretano vegetal tornam-se uma proteção monolítica, impermeável (0% de porosidade) e 100% aderida na estrutura (concreto ou metal), separando a parede estrutural do ambiente hostil daquele fluxo de águas residuais. O revestimento ideal pode economizar dezenas de milhares de reais em custos de manutenção, eliminando o descascamento e descamação tradicionais de revestimentos rígidos finos.

 

estacao

Fotos : Miaki Revestimentos ( www.miaki.com.br )

 

Conheça o Poliuretano para Estações

Uma membrana impermeabilizante, isenta de solventes, à base de resina vegetal e aditivada com peneira molecular e agentes de superfície, aferindo excelente elasticidade, estabilidade físico-química e 100% de aderência em concreto, metais, madeira e fibra de vidro.

Material de alta resistência à ruptura e abrasão. Após sua aplicação, o ambiente torna-se impermeável e, pela ausência de juntas, garante maior estanqueidade e limpeza.

Principais vantagens

• Atendem a NBR 12170 e Consolidação nº 5 da portaria 2914 de potabilidade;

  • Livre de solventes, não agride o meio ambiente;
  • Impermeabilidade;
  • Elasticidade;
  • Durabilidade;
  • Resistência a abrasão;
  • Resistência química;
  • Excelente aderência sobre concreto, metal e fibra de vidro;
  • Manutenção e conservação com baixo custo;
  • Sistema monolítico, livre de juntas;
  • Disponível em diversas cores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *