BIBLIOTECA

REÚSO DE ÁGUA NAS CRISES HÍDRICAS E OPORTUNIDADES NO BRASIL

INTRODUÇÃO

 

Esse documento é um documento informativo e de reflexão sobre reúso de água1 nas crises
hídricas e oportunidades no Brasil. Não tem como intuito ser um documento científico de
referência.

O documento está dividido em quatro seções, além desta primeira seção de introdução.

A Seção 2 apresenta um breve diagnóstico do reúso de água no mundo, incluindo um resumo
de onde, qual tipo e quanto se faz, uma discussão sobre o porquê se faz, e uma reflexão sobre
as tendências que se observam. O principal ponto da Seção 2 é que o papel de reúso como
recurso hídrico sustentável está crescendo ao redor do mundo, incluindo o reúso potável.

A Seção 3 apresenta uma discussão, através de exemplos de projetos que foram
implementados ao redor do mundo, do potencial de reúso de água como solução emergencial
versus estrutural. Além disso, também apresenta os principais fatores de sucesso dos projetos
que foram implementados ao redor do mundo, particularmente projetos de reúso potável,
seja em circunstâncias emergenciais ou estruturais. Os principais pontos da Seção 3 são que
(1) o reúso é geralmente uma solução estrutural nascida das crises hídricas, embora já foi
uma solução emergencial em certas circunstâncias, e (2) os fatores de sucesso que se
repetem inclui necessidade clara para água, comprometimento dos líderes do projeto e dos
parceiros, qualidade e informação ao público.

A Seção 4 trata das oportunidades para reúso no Brasil e dos potenciais obstáculos e
abordagens no curto prazo, num quadro geral. Os principais pontos da Seção 4 são que (1) o
Brasil de hoje apresenta algumas das condições que fazem do reúso de água uma solução
viável (como uma parte de um conjunto de soluções de gestão de recursos hídricos que deve
ser aplicado), e (2) seria importante definir e apoiar os melhores próximos passos (incluindo
do ponto de vista de políticas públicas, das regulamentações, e da informação ao público).
Nos EUA, a Associação WateReuse teve um papel importante no desenvolvimento do reúso de
água que poderia ser o papel da ABES no Brasil.

Por fim, a Seção 5 sintetiza as principais conclusões do documento.

Autores: Helene Kubler, PE; Alex Fortin, PE e Lucas Molleta.