BIBLIOTECA

Humificação da matéria orgânica do solo em função da adição de lodo de esgoto em longo prazo

Resumo: A adição contínua de lodo de esgoto no solo agrícola pode resultar em alterações na quantidade e qualidade da matéria orgânica do solo (MOS). O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da adição de doses de lodo de esgoto em longo prazo no grau de humificação e recalcitrância da matéria orgânica do solo por meio de Fluorescência Induzida por Laser (FIL) e fracionamento químico-físico e comparar as referidas técnicas. Foram coletadas amostras de solo (camadas 0-5 e 5-10 cm) em experimento de campo onde foram realizadas seis aplicações sucessivas de lodo de esgoto, seguidas de oito anos sem adição do resíduo. Utilizaram-se seis tratamentos: controle (0R), adubação mineral (NPK), dose de lodo recomendada (1R) e seus múltiplos 2R, 4R e 8R, em blocos ao acaso, com três repetições. Nestas amostras, determinaram-se os teores totais de carbono (C), grau de humificação (HFil ), e as frações físicas da MOS com posterior determinação do C nestas. O aumento da dose de lodo de esgoto aplicada em longo prazo no solo resultou na redução do grau de humificação da MOS, tanto com o uso da técnica HFil como via fracionamento físico da matéria orgânica. A similaridade das duas técnicas foi confirmada por meio da correlação obtida entre os resultados de HFil e a proporção de carbono nas frações mineral e particulada da matéria orgânica.

Introdução: Humificação da matéria orgânica do solo (MOS) é a transformação decompostos orgânicos identificáveis, por exemplo amido e celulose, em compostos húmicos amorfos. Com o processo de humificação ocorre um enriquecimento de estruturas aromáticas que podem ser estabilizadas em radicais livres do tipo semiquinona, sendo que essas estruturas compõem compostos orgânicos recalcitrantes da MOS (Canellas et al., 2007). A avaliação do grau de humificação da MOS pode ser realizada com o uso da técnica de Fluorescência Induzida por Laser (FIL) (Milori et al., 2006). O uso do lodo de esgoto em solos agrícolas pode alterar a quantidade e qualidade da MOS após repetidas aplicações. A recalcitrância à decomposição de parte do material orgânico aplicado via lodo é parcialmente responsável por tais incrementos e pode ser quantificada através de técnicas de fracionamento da matéria orgânica. O objetivo desse trabalho foi avaliar o efeito da adição de doses de lodo de esgoto em longo prazo no grau de humificação e recalcitrância da MOS por meio de FIL e fracionamento físico e comparar as referidas técnicas.

Autores: Victor Sanches Ribeirinho; Cristiano Alberto de Andrade; Aline Renée Coscione; Maria Lucia Silveira; Adriana Marlene Moreno Pires; Débora Marcondes Bastos Pereira Milori e Otávio Antônio de Camargo.

Leia o estudo completo: Humificação da matéria orgânica do solo em função da adição de lodo de esgoto em longo prazo