BIBLIOTECA

Diagnóstico do sistema de abastecimento de água Brasília, Distrito de Outeiro/PA

Resumo

O presente artigo apresenta diagnóstico de um sistema de abastecimento de água (SAA) localizado no Distrito de Outeiro, município de Belém-Pa. O sistema estudado é o SAA Brasília e sua área de abrangência tem população de cerca de 6869 habitantes. O sistema é composto por captação subterrânea, conjunto motor-bomba, sistema de tratamento, reservatório elevado e rede de distribuição e nessa área o índice de atendimento por abastecimento de água é cerca de 78,40% (IBGE, 2010). Foram realizados levantamentos de dados bibliográficos do IBGE e literatura técnica relacionada e dados operacionais da Companhia de Saneamento do Pará (COSANPA) para a caracterização do sistema e construção de um modelo hidráulico visando a realização de diagnóstico do SAA. Concluiu-se que o sistema apresenta volume de produção adequada para a sua área de atendimento, porém a existência de trechos com diâmetro insuficiente e a ausência de setorização e estanqueidade da rede em relação a áreas adjacentes provocam prejuízos ao SAA Brasília. A resolução destes problemas deve resultar em um SAA mais eficiente e compatível com as recomendações da NBR 12218.

Introdução

As ações que visam melhoria da eficiência dos sistemas de abastecimento de água – SAA, são cada vez mais frequentes nas concessionárias de saneamento por todo o Brasil. Esta mudança ocorre devido ao aumento da necessidade de melhoria da eficiência da gestão das empresas de saneamento, consciência ambiental, diminuição da disponibilidade dos recursos hídricos e às limitações financeiras cada vez maiores para acesso a recursos financeiros para obras de infraestrutura em saneamento.

Comumente, os projetos e investimentos tem como foco a ampliação da capacidade de produção e distribuição não se levando em consideração os elevados índices de perdas nos sistemas de em suas diversas etapas (captação, adução, tratamento, reserva e distribuição de água) e necessidades de controle operacional rigoroso e visando a melhoria da eficiência.

Autores: Eduardo Ueslei de Souza Siqueira; Gilson Sarmento Castro; Marcelo Assunção Miranda; Layse de Oliveira Porteglio; e Tatiana Barbosa da Costa.