BIBLIOTECA

Diagnóstico do sistema de tratamento de esgoto no município de Coronel Freitas – SC

Resumo: Este trabalho tem como objetivo principal analisar a importância da estação de tratamento de esgoto, que está em fase de implantação no município de Coronel Freitas – SC. Com relação à metodologia esta pesquisa caracteriza-se pelo método indutivo, onde foi realizado analise e estudo de projetos do sistema, bem como a aplicação de questionário para os envolvidos no processo e para empresas privadas do ramo da construção civil do município, sendo realizado com 3 (três) órgãos públicos e 1 (uma) empresa privada prestadora de serviços de saneamento aos órgãos públicos e com 6 (seis) empresas privadas do município que não possuem envolvimento com o sistema, com o propósito de conhecer o perfil de cada órgãos envolvido no processo de implantação e operação do sistema de tratamento de esgoto do município. Os resultados obtidos em relação às empresas privadas do ramo da construção civil chamaram bastante atenção de uma forma negativa, o baixo índice de conhecimento dos mesmos em relação ao processo de implantação de operação do sistema de tratamento de esgoto. Como forma positiva pode ressaltar as responsabilidades e funcionalidades, desempenhadas de carga órgão envolvido diretamente no sistema de tratamento de esgoto, desempenhando suas funções com conhecimento e embasamento teórico para o mesmo.

Introdução: A importância do saneamento básico está diretamente ligada à sustentabilidade do meio ambiente, seu despejo inadequado em redes pluviais está interferindo diretamente na qualidade de vida ambiental, social e saúde pública. O saneamento contribui para o desenvolvimento e proteção dos recursos hídricos, evitando a contaminação dos solos e das águas subterrâneas, reduzindo os índices de doenças ocasionadas pela falta do mesmo. De acordo com pesquisa realizada pelo Governo Federal – Trata Brasil (2015), 48,6% da população brasileira tem acesso à coleta de esgoto, porém apenas 40% dos esgotos são tratados, dentre as 100 (cem) maiores cidades do país apenas 10 (dez) atendem mais que 80% da população, as demais cidades atendem em média 50%. Dentre as regiões brasileiras, a região Centro-Oeste é a que possui maior percentagem em relação ao tratamento do esgoto no país com 46,37%, é considerada a região com maior desempenho mesmo não atendendo 50% da população local. Na região Sul, onde está inserido o estado de Santa Catarina os índices de saneamento básico da região ocupam a segunda colocação com uma margem de 43,9%. Dados levantados pela Companhia de Águas e Saneamento Básico- CASAN (2014), concessionária que opera os sistemas de saneamento básico do estado, atualmente o índice de saneamento é de 18,1%, contando com 35 estações de tratamento de esgoto no estado, com uma projeção de atingir 95% no ano de 2032. Trata-se de uma projeção de longo prazo, com o intuito de realizar cerca de 51 mil novas ligações na rede de saneamento anual. O saneamento básico é um direito da população, investir em saneamento é melhorar a qualidade ambiental, evitar a contaminação dos recursos naturais, é garantir uma qualidade de vida melhor para todos. Neste sentido, a questão problema desta pesquisa é: Qual a importância da estação de tratamento de esgoto, em fase de implantação no município de Coronel Freitas-SC? O objetivo geral é analisar a importância da estação de tratamento de esgoto, que está em fase de implantação no município de Coronel Freitas – SC. Os objetivos específicos traçados nesta pesquisa são: a) Investigar as condições do relevo e território da localidade de implantação da estação de tratamento de esgoto; b) Descrever o método que será utilizado na estação de tratamento de esgoto para o tratamento do efluente, analisando se o método é eficaz; c) Comparar os índices do município antes da implantação do sistema de tratamento e após a implantação do mesmo, diagnosticando a diferença na qualidade de vida da população; d) Identificar o investimento aplicado para a implantação do sistema de tratamento bem como identificar qual será a concessionária responsável pelo acompanhamento no sistema de tratamento e pela manutenção da estação de tratamento de esgoto; e) Diagnosticar a perspectiva de melhorias no saneamento básico do município de Coronel Freitas, em relação ao sistema de tratamento adotado; f) Identificar todos os órgãos envolvidos no sistema de implantação e operação da estação de tratamento de esgoto, apresentando o perfil dos responsáveis por estes órgãos; g) Apresentar se os órgãos envolvidos tem real conhecimento da sua função em relação ao sistema de tratamento de esgoto; A presente pesquisa justifica-se pelo descaso existente com a população no setor do saneamento básico, bem como mais específico pela falta do mesmo. Atualmente o município de Coronel Freitas, conta com o tratamento individual por fossas domésticas, após as mesmas os resíduos provenientes do esgoto são lançados na rede pluvial. Essas fossas domésticas possuem eficiência considerável, o que ocorre é que as mesmas necessitam de manutenções periódicas que não são realizadas, ou realizadas com deficiência.

Autores: Daniela Corioletti; Ailson Oldair Barbisan e Juliana Eliza Benetti.

Leia o estudo completo: diagnostico-do-sistema-de-tratamento-de-esgoto-no-municipio-de-coronel-freitas-sc