NOTÍCIAS

Aplicativo para celular informa qualidade da água das praias catarinenses

Lançado pela Fatma, app Praias SC alerta sobre pontos impróprios para banho

fatma-aguas

Aplicativo Praias SC está disponível na Google Play Store – Flávio Tin/ND

As placas localizadas nas praias deixaram de ser a única opção para descobrir se a água de uma região específica é própria para banho. Desde o fim de dezembro, a Fatma (Fundação do Meio Ambiente) disponibiliza um aplicativo para celular que permite ter na palma da mão a relação com todas as praias com água limpa e aquelas que o banhista deve evitar. O Praias SC, que utiliza informações dos relatórios de balneabilidade oficiais, está disponível gratuitamente para Android.

O aplicativo oferece duas formas de navegação. Na primeira, o usuário pode visualizar o mapa da região onde está localizado e selecionar  um dos pontos de análise. Os pontos próprios são representados por bandeiras azuis e os impróprios por vermelhas. Em seguida é possível conferir o resultado das últimas cinco análises do local e a temperatura da água. Outra opção é a pesquisa por municípios e praias, que oferece em detalhes a situação dos diversos pontos de cada área.

O Praias SC surgiu a partir de outro app da Fatma, o Natureza Interativa, lançado em fevereiro de 2015. O aplicativo original apresentava informações sobre as praias e parques do estado, mas as condições de balneabilidade ficavam em segundo plano. “O novo aplicativo mantém a mesma função da balneabilidade, mas agora os dados podem ser acessados muito mais facilmente” afirma Djoni Antônio da Silva, gerente de tecnologia da informação da Fatma.

Djoni foi um dos três envolvidos no desenvolvimento do aplicativo, disponibilizado desde 16 de dezembro. Desde então, 2.230 usuários já fizeram o download – 102 deles por meio da Google Play Store argentina. O app deve ganhar uma versão para iOS ainda em 2017.

E equipe de tecnologia da informação da Fatma deve oferecer novas funcionalidades nas futuras atualizações – a geolocalização é uma das ideias consideradas. Entre as modificações feitas está a troca de cor das bandeiras que indicam pontos próprios para banho. “Elas eram verdes, mas recebemos a informação de que pessoas daltônicas tinham dificuldade em visualizar as bandeiras dessa cor e mudamos para azul”, explica Djoni.

Novo relatório

A Fatma deve divulgar nesta sexta-feira (13) o sexto relatório de balneabilidade da temporada, o segundo de 2017. Foram analisados 214 pontos ao longo dos 560km do litoral catarinense. Segundo o relatório anterior, de quinta-feira (5), 143 (66,8%) dos 214 pontos estavam próprios para banho. Em Florianópolis, 24 dos 75 pontos estavam impróprios. A relação de locais analisados pode ser conferida no site da fundação.

A partir da coleta de água realizada ao longo desta semana, a Fatma informa que 25 dos 75 pontos de Florianópolis estão impróprios para banho – o equivalente a 33%.

O relatório indica mudança na qualidade de água em alguns pontos da Capital, como o meio da praia das Palmeiras, em Coqueiros, e a ponta da praia do Sambaqui, que passam a ser impróprios para banho. Já o meio da praia de Cacupé agora é propício para banhistas.

De acordo com o técnico de laboratório da Fatma, Marlon Daniel da Silva, algo que pode influenciar o aumento de pontos impróprios é a ocorrência de chuvas de verão, que têm sido bastante frequentes. “Em relação às análises do mesmo período do ano passado há uma melhora, principalmente em Florianópolis”, destaca.

Como é feita a análise

Para dizer se uma área é própria ou imprópria para banho, a Fatma analisa a presença da bactéria Escherichia Coli, presente em fezes de animais e humanos.

São necessárias cinco coletas consecutivas para se obter o resultado. Para esta temporada, as amostras começaram a ser coletadas em 31 de outubro. Quando em 80% das análises a quantidade da bactéria é inferior a 800 por 100 mililitros, o ponto é considerado próprio.

Os pontos analisados são nos municípios de:

Araranguá, Bal. Arroio do Silva, Bal. Gaivota, Bal. Camboriú, Bal. Da Barra do Sul, Bal. Rincão, Barra Velha, Biguaçú, Bombinhas, Florianópolis, Garopaba, Gov. Celso Ramos, Imbituba, Itajaí, Itapema, Itapoá, Jaguaruna, Joinville, Laguna, Navegantes, Palhoça, Passo de Torres, Penha, Piçarras, Porto Belo, São Francisco do Sul e São José.

Fonte: Notícias do dia.