NOTÍCIAS

Água ‘dura’ pode prejudicar organismo e atividades do dia a dia

Para a química, água é considerada ‘dura’ quando há excesso de sais dissolvidos. Problema pode ser solucionado por meio da remoção do excesso de salubridade. Este é o tema do ‘Projeto Educação’ desta sexta (20).

agua-dura

O tratamento da água utilizada principalmente em casas de praia e em regiões litorâneas é importante. Em alguns casos, ela pode estar salobra ou “dura”, ou seja, com muitos sais dissolvidos. De acordo com a explicação do professor Gilton Lyra, no Projeto Educação desta sexta-feira (20), a concentração de íons de cálcio, ferro e magnésio na água pode dificultar até mesmo a atuação do sabonete na hora do banho.

“A quantidade de sais é tanta que, às vezes, o sabonete não consegue fazer espuma, mas essa água pode ser tratada, abrandada e ‘amolecida’, com a remoção do excesso de salubridade, por meio de membranas”, explica Lyra.

Uma dica para minimizar os efeitos da água dura, segundo o professor, é usar sabonete líquido em vez de sabonete em barra, ao tomar banho em locais em que a água não foi tratada. “Por ser um detergente, o sabonete líquido consegue permanecer na água mesmo com muitos sais, ao contrário do sabão”, esclarece o professor.

A escolha do xampu também é importante, e, segundo o docente, é preciso escolher produtos sem sal para banhos com água considerada “dura”. “É muito importante a filtração por meio de membranas para remover o excesso de dureza. Esses íons podem fazer mal à saúde e prejudicar muito o nosso dia a dia”, orienta o professor.

Fonte: G1.