Removedor de Lodo

RESUMO

O lodo é o resíduo do tratamento, podendo ser gerado na decantação primária de sólidos, secundária na digestão biológica, terciária por precipitação química.

FAÇA SUA COTAÇÃO AGORA

EMPRESA ASSOCIADA

Sigma Tratamento de Aguas

DESCRIÇÃO COMPLETA

Removedor de lodo da SIGMA

O lodo é o resíduo do tratamento, podendo ser gerado na decantação primária de sólidos, secundária na digestão biológica, terciária por precipitação química.

Em geral, o lodo possui densidade próxima a da água e teor de sólidos entre 2 e 5% no lodo primário e entre 0,5 e 2,5% no lodo secundário biológico.

Em alguns processos de decantação são liberadas partículas que flutuam. Essa massa flotada denominada de escuma, é removida continuamente por lâminas superficiais pelo mesmo equipamento raspador de lodo. Em média se tem de 2 a 13 kg de escuma para cada 1000 m³ de esgoto

Decantadores Primários: recebem o esgoto proveniente das unidades do tratamento preliminar (gradeamento e desarenação). A finalidade dos decantadores primários é remover sólidos sedimentáveis, de tal forma a permitir que os esgotos estejam em condições de serem submetidos a tratamentos secundários. Nesta fase ocorre a redução de 40 a 60% dos sólidos em suspensão e de 25 a 35% da DBO. O lodo decantado e removido é encaminhado diretamente para os adensadores ou para os digestores.

Decantadores Secundários: ocupam papel importante no tratamento biológico, uma vez que neles se processa o acúmulo e a sedimentação do lodo ativado. Do lodo removido, uma parte retorna ao tanque de aeração para manter o equilíbrio do processo biológico, e outra parte, chamada de excesso vai para os adensadores ou para digestores. A remoção desse tipo de lodo deve ser constante para evitar condição de septicidade.

Os tanques decantadores, podem ser circulares ou retangulares e a remoção de lodo pode ser feita por raspagem ou por sucção.

Normalmente os removedores são fornecidos em aço, com partes em fibra de vidro. Especialmente podem ser fabricados com outros materiais.

REMOVEDOR DE LODO CIRCULAR DE ACIONAMENTO PERIFÉRICO – modelo RLCP
Montado em tanque circular, essa concepção é a mais comum. O passadiço, radial ou diametral, se movimenta continuamente em torno de um pivot instalado no centro do tanque. O carro motriz instalado na extremidade do passadiço se desloca pela parte superior da parede do tanque. Os braços raspadores de lodo e de escumas são fixados ao passadiço.

REMOVEDOR DE LODO CIRCULAR DE ACIONAMENTO CENTRAL – modelo RLCC
Montado em tanque circular. O passadiço é diametral e fixo ao tanque. O acionamento é central. Os braços raspadores de lodo e de escumas são fixados ao eixo central ou na gaiola de torque.

REMOVEDOR DE LODO CIRCULAR DE ACIONAMENTO CENTRAL TIPO SUCÇÃO – modelo RLCC
Montado em tanque circular. O passadiço é fixo ao tanque e o acionamento é central. Os braços raspadores de lodo e de escumas são fixados a gaiola de torque. Os braços raspadores são tubulares com aberturas para coleta do lodo, que é encaminhado por pressão hidráulica para um concentrador na coluna central, e deste ponto removido do tanque.

REMOVEDOR DE LODO RETANGULAR COM PASSADIÇO MÓVEL – modelo RLRP
Montado em tanque retangular, essa concepção é a mais utilizada em Estações de Tratamento de Água. O passadiço, tipo ponte rolante, se movimenta longitudinalmente sobre trilhos cobrindo todo o comprimento do tanque. Os braços raspadores de lodo e de escumas são fixados ao passadiço. O lodo raspado é acumulado em um poço coletor na extremidade do tanque e removido ciclicamente.

REMOVEDOR DE LODO RETANGULAR TIPO SUCÇÃO – modelo RLRS
Utilizado em Estações de Tratamento de Água, tem grande aplicação em ETAs antigas que necessitam de adaptações para melhoria nos processos de decantação e remoção do lodo. Por não ter passadiço, pode trabalhar por baixo de módulos tubulares. Consiste de um coletor tubular com aberturas para captação do lodo por pressão hidráulica. O coletor se movimenta pelo fundo do tanque, puxado por cabos de aço e guiado por um trilho. O sistema de acionamento é instalado no lado de fora do decantador. Um sistema automático, permite o ajuste da vazão de retirada do lodo, número de ciclos diários e velocidade de varredura. O coletor pode ser fornecido em aço, inox ou fibra de vidro.

PRODUTOS E SERVIÇOS DESTA EMPRESA

ETA compacta em PRFV

Sistema de tratamento de água convencional, através de coagulação, floculação, decantação e filtração lamelar, com alta eficiência na remoção de materiais em suspensão. Com módulos em PRFV.

Leia Mais »

Cisternas

A Cisterna Tecnipar conta com um reforço estrutural que garante durabilidade e a qualidade da água armazenada. Prática, ela pode ser usada para armazenar água potável ou de chuva.

Leia Mais »

Tanques em PEAD

Os Tanques Tecnipar são extremamente resistentes e apresentam tampa de 60 cm e painéis de instalação próximos à tampa, o que garante grande flexibilidade para acoplar acessórios e facilidade para realizar as limpezas periódicas.

Leia Mais »

Motores submersos

Equipado com tecnologia de refrigeração especial (MCT) e de motor de ímã permanente (IPM), os motores submersos ANDRITZ atingem valores de desempenho, eficiências e economia de custos impressionantes.

Leia Mais »

NOTÍCIAS RELACIONADAS

ARTIGOS RELACIONADOS